COM A PALAVRA, O GÊNIO

Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Temos como único objetivo manter vivo o legado de Michael Jackson.

terça-feira, 16 de março de 2010

O MAIOR CONTRATO DA HISTÓRIA DA MÚSICA VALORIZA O MAIOR ARTISTA DE TODOS OS TEMPOS

Os Gestores Especiais do Espólio de Michael Jackson, John Branca e John McClain, e a Sony Music darão continuidade ao relacionamento de 30 anos entre a gravadora e Michael Jackson e a sua música através de um acordo recorde anunciado hoje.
O novo acordo assegura que a Columbia Epic Label Group, da Sony Music, e a Legacy Recordings continuam a usar o catálogo do artista e também a criar novos projetos para Michael Jackson que incluem gravações inéditas. O primeiro projeto com músicas inéditas está previsto para ser lançado em novembro de 2010.
Rob Stringer, Presidente da Columbia Epic Label Group comenta:
“Michael sempre foi um membro precioso da família Sony Music. Estamos dedicados a proteger o legado deste ícone e estamos felizes de poder continuar a levar a sua música para o mundo inteiro no futuro próximo.”
John Branca diz:
“Durante a sua vida, os contratos de Michael estabeleceram o padrão para a indústria. Eles refletiam a sua visão original e os seus talentos que inspiravam e alegravam as pessoas em todas as partes do mundo. Baseado em todos os critérios objetivos, este acordo com a Sony Music demonstra o poder duradouro da música de Michael ao ultrapassar todos as referências históricas da indústria fonográfica até a data de hoje. Cada nova geração produz incontáveis novos fãs que admiram a arte de Michael, e por isso, faz-se necessário um parceiro que tenha os recursos, a perspicácia comercial e visão da Sony para revelar ao mundo, de modo apropriado e respeitoso, o seu gênio durante muitos anos ainda por vir.”
Como artista solo da Epic Records no decorrer de três décadas, Michael vendeu centenas de milhões de discos no mundo todo e lançou treze singles n°1. Jackson tornou-se um dos poucos artistas a entrar para o Rock and Roll Hall of Fame duas vezes, ganhou 13 Prêmios Grammy e recebeu o Prêmio de Artista do Século - the American Music Award’s Artist of the Century Award
Legacy Recordings, da Sony, também criou um número de projetos bem sucedidos como o álbum comemorativo dos 25 anos de “Thriller”. O álbum que mais cópias vendeu em toda a história da música em todo o mundo, “Thriller” demonstrou o poder duradouro da música de Michael ao voltar para o primeiro lugar das paradas semanais de vendas em 2008.
John McClain comenta:
"Michael atingiu o ápice com ‘Thriller,’ que quase três décadas após o lançamento pelo selo Epic ainda é, de longe, o álbum de maior vendagem de todos os tempos, no mundo todo, com música que transcende gerações. Acreditamos que a Sony seja uma parceira que respeita a arte de Michael tanto quanto a paixão que os fãs sentem por ele. Estamos felizes em poder continuar a nossa parceria com a Sony para preservar e aumentar o seu incrível legado musical."
No outono passado, a Sony Music lançou o álbum duplo número 1, que acompanha o longa-metragem Michael Jackson’s This is It “ , e que vendeu mais de 5 milhões de cópias no mundo inteiro. Lançado pela Sony Pictures, o longa fez história como o concerto em filme mais lucrativo de todos os tempos e o DVD, que foi lançado recentemente, disparou para o primeiro lugar em vendas de DVDs, quebrando o recorde de vendas de um filme musical na primeira semana. 

OBS:
É preciso que se esclareça o seguinte:
O que houve foi a RENOVAÇÃO DO VÍNCULO entre a Sony e os representantes legais do espólio de Michael. 
NÃO HOUVE uma venda do catálogo de Michael e sim o direito concedido à Sony Music em UTILIZAR o catálogo e criar projetos com a marca Michael Jackson.
O catálogo, portanto, não foi vendido para a Sony. Continua, portanto, pertencendo, em sua íntegra, aos herdeiros de Michael. 
Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário