COM A PALAVRA, O GÊNIO

Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Temos como único objetivo manter vivo o legado de Michael Jackson.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

A INDÚSTRIA FONOGRÁFICA ANTES E DEPOIS DO FENÔMENO "THRILLER"

  

  

  

 
"Com"Thriller", Michael e Quincy Jones tinham conseguido produzir faixas muito bem engrenadas de pop, soul e funk, CUJO BRILHO MUSICAL ERA CAPAZ DE AGRADAR PRATICAMENTE TODO MUNDO.
Contundo, ninguém no mundo do showbusiness esperava que o público reagisse TÃO MACIÇA E LITERALMENTE À SEDUÇÃO DAQUELE DISCO.
Em algum momento, "Thriller" PAROU DE SER VISTO COMO ARTIGO DE ENTRETENIMENTO no mesmo nível de revistas, brinquedos, ingressos de cinema e começou a ser vendido como ARTIGO DE USO DOMÉSTICO. No seu auge, a CBS relatou que eram vendidas perto de 500 mil cópias do álbum por semana.
Perto do final de 1983, "Thriller" já havia vendido o EXCEPCIONAL NÚMERO de 13 milhões de cópias nos EUA e quase 22 milhões no mundo todo. Até esta época, o disco de maior vendagem de todos os tempos era a trilha sonora original de "Saturday Night Fever", cujas vendas mundiais alcançaram 25 milhões de cópias desde 1977, ano de seu lançamento. EM POUCO TEMPO, Michael superou esta marca.
UM FEITO INÉDITO!
Até então, NENHUM OUTRO ÁLBUM SOLO tinha vendido mais de 12 milhões de cópias.
Além de suas realizações pessoais, Michael tinha, SOZINHO, RESSUSCITADO UMA INDÚSTRIA FONOGRÁFICA MORIBUNDA
Quando as pessoas enchiam as lojas de discos em busca de "Thriller", também compravam outros discos. Como resultado, esse mercado - fonográfico - teve seu MELHOR DESEMPENHO DESDE 1978.
Segundo Gil Friesen, então presidente da A&M Records, naquela ocasião, A INDÚSTRIA TODA SE BENEFICIOU DO SUCESSO DE 'THRILLER'.
O ÊXITO DE MICHAEL TAMBÉM DESPERTOU O INTERESSE PELA MÚSICA NEGRA EM GERAL.
No final, esse disco acabou registrando o INACREDITÁVEL  VOLUME de 50 MILHÕES DE CÓPIAS VENDIDAS EM NÍVEL MUNDIAL. Por 37 SEMANAS CONSECUTIVAS, ocupou o PRIMEIRO POSTO nas listas da Billboard, MARCO SENSACIONAL. Na Grã-Bretanha também foi NÚMERO 1 das paradas, onde permaneceu em destaque por UMA INCRÍVEL SÉRIE DE 168 SEMANAS.
O lançamento de "Thriller" assinalou A PRIMEIRA VEZ EM QUE UM ÁLBUM FICOU EM PRIMEIRO LUGAR SIMULTANEAMENTE NOS EUA E NA GRÃ-BRETANHA.
Além disso, antes de  'THRILLER', NENHUM OUTRO ÁLBUM tinha tido SETE FAIXAS INCLUÍDAS ENTRE AS DEZ MAIS. São elas:
"Billie Jean";
"Beat It";
"The girl is mine";
"Human Nature";
"Wanna Be Startin' Somethin';
"P.Y.T.";
"Thriller".
TODOS ESTES COMPACTOS tiveram VENDAS EXCEPIONAIS no mundo inteiro.
A CBS ganhou pelo menos 60 milhões de dólares com "Thriller".
Quanto mais "Thriller" era executado - E FOI POSSIVELMENTE O DISCO MAIS EXECUTADO DE TODOS OS TEMPOS - tanto no rádio como no âmbito doméstico, melhor parecia que ficava.
Michael e Quincy tinham atingido seu objetivo PARA MUITOS OUVINTES:
BRANCOS;
NEGROS;
PSEUDO-INTELECTUAIS;
FÃS DE HEAVY METAL;
JOVENS;
ADOLESCENTES;
PAIS DE FAMÍLIA.

"THRILLER era o DISCO PERFEITO
TODAS AS FAIXAS ERAM EXEMPLOS CONSUMADOS DA PRODUÇÃO MUSICAL POP EM QUE CADA ARRANJO E CADA NOTA TINHAM SIDO COLOCADOS DA MANEIRA MAIS PRECISA.
ESSE FEITO TORNOU MICHAEL MAIS QUE UM HERÓI: A INDÚSTRIA FONOGRÁFICA PROMOVEU-O A UM PATAMAR AINDA MAIS ELEVADO, QUE BEIRAVA A SANTIFICAÇÃO.
As VENDAS FENOMENAIS de Michael, entretanto, JUNTO COM SEU INDISCUTÍVEL TALENTO, terminaram por ESTABELECER UM NOVO PADRÃO DE EXCELÊNCIA COM 'THRILLER".

Fonte:
"A magia e a loucura" - J. R. Taraborrelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário